Estruturando Uma Espinha Dorsal



No sexto capítulo do livro “Como Encontrar Sua Alma Gêmea Sem Perder Sua Alma” do casal católico Jason e Crystalina Evert, trata-se de como devemos nos fortalecer para encarar os males que o mundo nos oferece e nos tenta em relação à pureza. Lista-se 5 mentiras que despertam o medo de buscar a pureza, além de dicas de como se portar para conseguir o casamento com o tipo de pessoa que deseja e como contornar situações adversas.


Estruturando uma espinha dorsal


Uma muçulmana comentou numa sala de adolescentes: “Cresci perto de um mercado onde os homens andavam pelas barracas de frutas. Eles selecionavam tudo antes de comprar uma: as cheiravam, apalpavam e as atiravam de volta na pilha. Após remexer o lote, escolhiam uma, a compravam e iam embora. Eu não sou uma fruta”. Os estudantes entenderam o que ela quis dizer. Infelizmente, muitas mulheres contentam-se em ser tratadas como produtos. Com um “dar de ombros”, se desvencilham do que os homens fazem, dizendo “Homens são homens”. Se uma mulher quer receber dos homens uma resposta mais digna, precisa da firmeza de uma espinha dorsal.


SER ESPINHA DORSAL É UMA ESCOLHA


Quando uma mulher contenta-se com um tratamento medíocre por parte dos homens, não é simplesmente porque carece de amor próprio. Há outra razão por que ela tolera ser maltratada. A mulher que permanece num mau relacionamento está nele porque prefere não estar noutro lugar: ela receia que vá perder algo (ou alguém) caso tente se levantar. Mesmo em meio a um relacionamento abusivo, muitas mulheres encontram segurança. Para se libertarem, precisam ver as mentiras vazias por trás de seus medos. Eis as principais:

1. Medo de desapontamento. Muitas mulheres se contentam com quase nada por medo de esperar por algo mais: a seus olhos, a melhor maneira de prevenir o desapontamento é nunca ter esperança. De fato, uma mulher está mais segura quando não corre riscos. Se você não quer perder num esporte, a maneira mais segura de consegui-lo é não praticá-lo. A única maneira de vencer, no entanto, é tentar, mesmo correndo o risco de perder. Acontece quase o mesmo com o amor.

Uma mulher poderia impedir certos desapontamentos evitando estabelecer altos padrões. Mas ela terá que enfrentar o maior dos desapontamentos: Embora tenha sido criada para o amor, ela nunca teve a coragem de buscá-lo.

2. Medo da perda. Jason: Uma menina de 17 anos enviou-me um email, preocupada com o fato de que seu namorado iria a outra faculdade. Ela estava considerando dormir com ele pela primeira vez, a fim de manter sua atenção longe de outras meninas que ele viria a conhecer. Ela pensou que se não cedesse, outra menina o faria e ela o perderia. Talvez ela estivesse certa. Talvez ele fosse esse tipo de homem. Mas sendo assim, vale a pena perdê-lo. Homens não se apaixonam por mulheres por terem conseguido intimidade física com elas. Podemos cair na luxúria desse modo, mas o amor é diferente.

O prazer momentâneo não faz crescer o amor no coração de um namorado. Conforme uma mulher refletiu: “Se você tem que perguntar a um homem se amanhã ele ainda irá amá-la, então ele não a ama esta noite”. Se quiser que um homem a ame, viva de modo que o faça respeitá-la. Uma esposa me contou que quando seu marido a pediu em casamento, ela lhe perguntou “Por que eu? Por que agora? Há tanta coisa acontecendo em sua vida, com sua carreira”, ao que ele disse: “Pois receio que, se não o fizer, jamais encontrarei alguém como você”. Como ela, assuma o que você é: irrepetível.

3. Medo de abstinência. Do começo ao fim da história, mulheres têm sido tentadas a usar sua sexualidade por razões como aquisição de autoridade, praticar vingança ou obter segurança. Sexo por segurança é como prostituição, com gratificação emocional oferecida em vez de dinheiro. O homem a usa para um fim e ela o usa para outro. Normalmente, seu comportamento é mais um ato de desespero que de maldade. Mas sem pureza, a mulher não possui garantia de ser amada. E como ter segurança nos braços de um homem de cujo amor ela duvida?

4. Medo do desconhecido. Embora relacionamentos impuros tendam a ser turbulentos, esse pode ser o único ambiente que uma mulher conhece. Muitas mulheres observaram que começaram a brigar com seus namorados bem depois de terem tornado-se sexualmente ativas, e passaram a brigar ainda mais ao resolver deixar o sexo fora do relacionamento. Como ele reagiria se ela decidisse tornar-se pura? O pensamento de ter de lidar com essas incertezas é suficiente para fazer com que muitas garotas mantenham baixos seus padrões.

O que realmente deveria deixá-las com medo é o quanto de suas vidas estão perdendo por estarem muito ocupadas em fazer coisas que estão abaixo de sua dignidade.

5. Medo de rejeição. Esta é a razão mais comum pela qual as mulheres não estabelecem padrões mais altos. Se uma mulher está disposta a ser infeliz por causa de um homem, é um sinal do quanto está desesperada para se sentir aceita. Tal obsessão doentia mostra que ela não está preparada para um relacionamento. Stasi Eldredge diz: “Temos medo que nossas dúvidas mais profundas sobre nós mesmas, como mulheres, sejam confirmadas”.

O que é esse medo profundo? O de ser muito alguma coisa ou de não ser suficiente. Quando chegam ao colegial ou faculdade, muitas meninas não querem ser muito puritanas, ou sérias, ou seja lá o que for. Por não estarem seguras quanto à sua identidade, contentam-se com a segunda opção: ser o que pensam que os outros querem que ela seja. Se uma mulher eleva seus padrões, ficará sozinha? No início, provavelmente, sim. Altos padrões de moral diminuirão o número de homens dispostos a conquistá-la. Mas aumentará seu encanto aos que realmente a merecem.

A demora por encontrar um homem decente pode às vezes parecer insuportável, mas por que não insistir por um homem que irá amá-la por quem você é, e não pelo que você oferece a ele? Permaneça fiel a seus padrões, pois é muito melhor se decepcionar com os homens por não os atingirem do que decepcionar-se consigo mesma, por não tê-los.


ESTRUTURE SUA ESPINHA DORSAL


Tem-se dito muitas vezes que a única coisa mais dispendiosa que a educação é a ignorância. Da mesma forma, a única coisa mais dispendiosa que possuir uma espinha dorsal é ficar sem ela. Pode parecer difícil dizer não a prazeres passageiros e relacionamentos sem significado, mas uma vida mais difícil espera por você se for fraca. Mas o que uma menina deve fazer quando é tentada a voltar aos prazeres? Trata-se de um momento sério de treinamento na fé, quando a mulher precisa agarrar-se às promessas de Deus, reveladas em sua Palavra.

Em 1Cor, Paulo nos lembra que Deus “não permitirá que sejamos provados acima de nossas forças. Pelo contrário, junto com a provação, Ele providenciará o bom êxito, a fim de que possais suportá-la.”. Meninas que compartilharam seus pontos de vista sobre relacionamentos disseram: “Eu penso em meu corpo como um santuário que somente um homem verá: meu marido.”. Mulher alguma quer ferir os sentimentos de um homem, mas às vezes é preciso fazer isso com o intuito de ensiná-lo como proceder como um homem.

Através de seus padrões, uma mulher não só manifesta sua coragem, como também sua inteligência. Uma delas contou: “Meu ex-namorado não poderia ter sido meu futuro marido. Pois para ser meu futuro marido, ele teria que ter me desejado por minha mente e meu coração. Se um homem me ama verdadeiramente, amará primeiro, antes de ver meu corpo, tudo mais que existe em mim”.

Janie Fredell escreveu no jornal da faculdade sobre sua escolha de ser pura: “A mulher que consegue resistir a essa tentação é aquela cuja atração sexual transcende sua aptidão sexual. Tais mulheres ostentam a inteligência necessária para tomarem decisões saudáveis de vida, o fascínio para conquistar a atenção dos homens, sem promessa de compensação física, a maturidade para reconhecer a diferença entre amor e luxúria, e a confiança para ir em busca do padrão em situações nas quais são pressionadas a se comprometer o quanto antes”.

Janie observou que a “misteriosa fascinação da virgindade” está enraizada na capacidade de resistir à tentação mesmo em face das normas e expectativas sociais. Nenhuma menina que se decide pela pureza extrai o valor de suas vidas das opiniões vindas dos homens. Isso vem de dentro, não de fora. Elas sabem que uma pessoa deve ser ela mesma num relacionamento. Se você não estiver sendo amada pelo que você é, não está sendo amada de nenhuma forma.

Pode parecer estranho praticar a confiança que tais mulheres exalam. Seus primeiros passos podem ser hesitantes. Mas quanto mais você se mantém firme em sua dignidade, mais fácil e automático torna-se fazê-lo. Coragem não é um traço genético herdado por alguns. As pessoas tornam-se fortes quando perseveram. O primeiro passo é pedir a Deus: “Deus, não tenho a força. Dê-me a Sua”.

Homens podem sentir quando você não tem uma vontade forte, e por isso muitos levam vantagem. Assim, ainda que você não tenha uma espinha dorsal firme, “finja que tem, até consegui-la”: seja exatamente quem você espera ser. Ter uma espinha dorsal não significa, no entanto, ser sempre rude. Frequentemente é preciso ser gentil e forte, graciosa e inflexível. Sua espinha dorsal será necessária também no relacionamento com outras mulheres. Quantas meninas, querendo adequar-se às outras, fazem coisas lamentáveis, tornando-se pessoas que sabem que não são?


ESTABELEÇA SEUS PADRÕES E NÃO SE CONTENTE COM MENOS


Crystalina: Para defender nossos padrões é preciso estabelecê-los. Assim como algumas mulheres focalizam mais no ato de casar do que com quem estão casando, muitas jovens dão mais atenção a namorar do que a quem estão namorando. Depois que rompi com meus maus relacionamentos, permaneci uns anos fora do cenário dos encontros, a fim de reavaliar minhas prioridades na vida. Nesse tempo, elaborei uma lista com seis elementos que esperava encontrar num marido.

Com pouco tempo aduladores chegaram, mas desta vez eu sabia o que queria. Enquanto os meses se tornaram anos, me questionei às vezes se minha lista estava muito seletiva. Alguns itens estavam na lista por brincadeira, como o fato dele gostar de viajar e não ser muito alto. Outros eram inegociáveis, como ser um homem de Deus que acredita em castidade. O impressionante é que conheci o Jason (que não é tão alto) numa conferência nas Bahamas, logo após de ter chegado da viagem anterior em Israel! Deus conhece os desejos do meu coração.

Se pretende casar-se um dia, faça sua lista. Sinta-se livre para devaneios, mas saiba distinguir o essencial do que não o é. O objetivo não é pedir a Deus um homem piedoso, milionário, com 1,80m, que saiba cozinhar. Se você não deseja namorar alguém ao menos que essa pessoa seja perfeita, a falha está em você. Tal lista pode ter elementos como: Quero que ele seja meu melhor amigo; Ele precisa amar a Deus mais que a mim; ele é construtivo e gentil; ele trata sua mãe com amor; quero que tenha sólidos princípios de moral, para que não seja preciso que eu o convença dos meus.

Torne-se sua própria lista, pois seu futuro namorado não merece menos que isso. Pense no homem que espera encontrar. Que tipo de menina você acha que ele está procurando?


MERA PERSEGUIÇÃO


Como toda menina sabe, se você praticar a pureza, será chamada de puritana ou provocadora. Mas, se não o fizer, será chamada de nomes bem menos agradáveis. Portanto, se cada qual precisa pagar um preço pelo modo como vive, por que não escolher um estilo de vida que valha a pena? Se você recebeu insultos por sua decisão de seguir o plano de Deus, considere-os todos como bênçãos São Tiago escreveu: “Considerai grande alegria, meus irmãos, quando tiverdes de passar por diversas provações, pois sabeis que a prova da fé produz em vós a constância. Ora, a constância deve levar a uma obra perfeita: que vos torneis íntegros, sem falta ou deficiência alguma”.

Seus amigos e família podem não ver força em você. Até mesmo você pode não vê-lo! Mas se você delineia as coisas perto de Deus, irá ver a seu tempo quão forte você é, e o júbilo será seu.


ESPERANDO COM SABEDORIA


O amor que você deseja pode ser encontrado. Todavia, o processo começa por amar a si mesma o suficiente para evitar os homens que não a amam. Durante seus anos de solteira, o oposto do amor lhe será oferecido com muito mais frequência que o amor real. Antecipe que isso vai acontecer e não desanime por causa de sua realidade. Comece com expectativas realistas a fim de estar mais preparada à sua nova fase.

Muitas meninas cresceram vendo divórcio, infidelidade, abusos. Como esperar por algo que nunca se viu? É preciso levar em consideração a providência de Deus: Ele pode realizar o que nós não podemos. Deus se preocupa com os mínimos detalhes, se permanecemos fiéis a Ele. Mesmo não tendo visto o amor autêntico, Deus pôs esse desejo em seu coração. Você foi criada para o amor, não se contente com menos. São Paulo diz: “Não esmoreçamos na prática do bem, pois, no devido tempo, colheremos o fruto, se não desanimarmos”.

Ele não está falando do homem dos seus sonhos, mas de sua recompensa eterna, vinda de Deus. Mas mesmo nesta vida, a alegria só pode ser encontrada na vontade do Senhor.


Cleiane Nunes







Comentários